The Voice Of The People

sábado, 27 de dezembro de 2014

Tratamento Igual Para Todos

Um dia durante minha viagem de casa para o trabalho, entrou um homem no ônibus em que eu estava. Esse homem começou a falar algumas palavras e muitas pessoas não deram a mínima, ele não estava bem vestido, sua aparência era de alguém que já havia sofrido bastante na vida, ele contava um pouco de sua história e disse que era um ex-usuário de drogas. Ele contou como a palavra de Deus o livrou das drogas, e que agora era um homem livre. Uma frase que ele disse eu nunca vou esquecer: “Se colocássemos um único versículo da Bíblia em prática na nossa vida, veríamos a transformação positiva que ela sofreria”. Isso é a mais pura verdade, esse homem era um conhecedor da palavra e tem comprovado em sua vida o poder de Deus. Esse Livro Sagrado contém os maiores e melhores ensinamentos, contém o mistério da vida, da nossa liberdade e salvação. Diariamente eu procuro ler a palavra e principalmente, colocá-la em prática na minha vida, o que devemos saber de verdade está escrito nessas páginas, só a palavra de Deus pode nos dar a verdadeira sabedoria. Por isso tenho procurado compartilhar essas mensagens e mostrar como ela pode nos libertar de todos os males e nos dar o melhor da vida.
Essa semana trago a mensagem do livro de Tiago, que diz que todos devem ser tratados da mesma forma, independente de sua aparência ou características sociais. Hoje o mundo vive em constante conflito por diferentes religiões, crenças, classe social, etnia, não são aceitas as diferenças e essa guerra constante já matou milhões de pessoas. A palavra existe a milhares de anos para nos mostrar qual é o caminho, para nos ensinar a viver, a respeitar, a amar o próximo, mas temos feito tudo diferente, leiam e reflitam a respeito do que estamos vivendo, chegamos a mais um fim de ano, onde a violência e a intolerância tem crescido, que tal começarmos 2015 com um pensamento diferente e com a palavra presente nos nossos dias, principalmente transformadas em ação, lembrem-se que a mudança começa em nós mesmos. Feliz 2015 família, que Deus dê o melhor para cada um de vocês e suas famílias, PAZ E BEM!

Meus irmãos, vocês que creem no nosso glorioso Jesus Cristo, nunca tratem as pessoas de modo diferente por causa da aparência delas. Por exemplo, entra na sala de reunião de vocês um homem com anéis de ouro e bem vestido, e entra também outro, pobre e vestindo roupas velhas. Digamos que vocês tratam melhor o que está bem vestido e dizem: “Este é o melhor lugar; sente-se aqui”, mas dizem ao pobre: “Fique de pé” ou “Sente-se aí no chão, perto dos meus pés”. Nesse caso vocês estão fazendo diferença entre vocês mesmos e estão se baseando em maus motivos para julgar o valor dos outros.
Escutem, meus queridos irmãos! Deus escolheu os pobres deste mundo para serem ricos na fé e para possuírem o Reino que ele prometeu aos que o amam. No entanto, vocês desprezam os pobres. Por acaso, não são os ricos que exploram vocês e os arrastam para serem julgados nos tribunais? São eles que falam mal do bom nome que Deus deu a vocês.
Se vocês obedecerem a lei do Reino, estão fazendo o que devem, pois nas Escrituras Sagradas está escrito: “Ame os outros como você ama a você mesmo.” Mas, se vocês tratam as pessoas pela aparência, estão pecando, e a lei os condena como culpados. Porque quem quebra um só mandamento da lei é culpado de quebrar todos. Pois o mesmo que disse: “Não cometa adultério” também disse: “Não mate”. Mesmo que você não cometa adultério, será culpado de quebrar a lei se matar. Falem e vivam como pessoas que serão julgadas pela lei que nos dá a liberdade. Quando Deus julgar, não terá misericórdia dos outros. Mas as pessoas que tiveram misericórdia dos outros não serão condenadas no Dia do Juízo Final. (Tiago 2: 1-13).

Download da Semana (66) – The Green – Hawai’i ’13

Nesse clima de fim de ano e a chegada do verão, nada mais propício do que trazer o som de uma banda de reggae diretamente do Havaí para o nosso download. The Green é uma banda que une o tradicional reggae roots a outros gêneros como R&B, pop, rock e música havaiana. O som da banda é muito positivo, a cara do verão, praia, parque, esportes e tudo o que os dias de sol nos proporcionam. Destaco ótimos sons como “Good One”, “Always & Forever”, “Take Me On”, “Something About It”, “Hold Me Tight”, “Good Vibe Killah” e “Power In The Words”. Baixem o ótimo Hawai’i ’13!

sábado, 20 de dezembro de 2014

O Poder do Perdão

Por que é tão difícil perdoar? Temos um obstáculo chamado orgulho que nos prende de tal forma, que não conseguimos enxergar como grandioso é o valor do perdão. Deixamos o nosso ego falar mais alto, achamos que é uma fraqueza perdoar ou pedir perdão. Mas digo a vocês que perdoar é grandioso, é valioso, é de Deus.
Quem ama perdoa, e isso mostra o quanto Deus nos ama, pois entregou o seu único filho à morte para que fossemos perdoados e salvos.

Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que crer não morra, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16).

“Mas Deus nos mostrou o quanto nos ama: Cristo morreu por nós quando ainda vivíamos no pecado.” (Romanos 5:8).

Jesus Cristo foi, ou melhor, é perfeito. Ele foi capaz de perdoar aquele que o trairia, Ele acolheu abraçou e alimentou aquele que o decepcionaria ao máximo e o entregaria para a morte. Foi o que Judas fez, Jesus sabia o que aconteceria naquela noite, mas durante a ceia Jesus o alimentou assim como fez com os outros discípulos, o tratou da mesma forma. Que ser humano seria capaz de agir dessa forma sabendo de uma traição que sofreria ou sofreu de alguém. Pelo contrário, nós seríamos duros, sectários, brigaríamos ou seríamos capazes de atitudes ainda piores. Mas Jesus desenvolveu os princípios da resiliência, do alto-controle, do amor. Ele foi capaz de acolher todos aqueles que eram rejeitados, mal vistos ou vestidos, considerados inválidos para a sociedade. Assim como rejeitamos muitos pela aparência ou situação hoje em dia, não é verdade?
Como esquecer ainda daquele homem que foi crucificado ao lado de Jesus Cristo, um criminoso que pediu para que Jesus se lembrasse dele quando viesse como Rei; e Jesus afirmou: “hoje ainda você estará comigo no paraíso”. Jesus abraçou todos aqueles que o mundo rejeita e nos libertou dos nossos pecados, e nós não conseguimos perdoar aqueles que vivem ao nosso redor, será que estamos agindo certo ou somos dignos de perdão?

“Um dos criminosos que estavam crucificados ali insultavam Jesus, dizendo:
- Você não é o Messias? Então salve a você mesmo e a nós também!
Porém o outro o repreendeu dizendo:
- Você não teme a Deus? Você está debaixo da mesma condenação que ele recebeu. A nossa condenação é justa, e por isso estamos recebendo o castigo que merecemos por causa das coisas que fizemos; mas ele não fez nada de mau.
Então disse:
- Jesus, lembre de mim quando o senhor vier como Rei!
Jesus Respondeu:
- Eu afirmo a você que isso é verdade: hoje você estará comigo no paraíso.” (Lucas 23: 39-43).

Ninguém é tão perfeito ou chega perto de ser 1% do que Jesus Cristo é, então porque insistimos em alimentar esse orgulho que só nos afasta das pessoas e das coisas boas que poderíamos estar vivendo se perdoássemos o próximo.
Pais brigam com filhos, irmãos brigam entre si, famílias se dividem, amigos ficam anos sem se falar, e por aí vai. Às vezes por motivos pequenos, que não vale a pena levar adiante. Um perdão mudaria essas situações, mas aí entra o motivo de orgulho, que impede dias, semanas e até anos de convivência. Perdem-se grandes momentos, grandes histórias, pior ainda é quando uma das partes se vai, aí perde-se muito mais e fica algo chamado remorso. O orgulho não nos leva a lugar algum.
Devemos desenvolver os princípios do perdão, deixando a raiva e o orgulho de lado, assim possibilitamos o que é bom se aproximar, assim estaremos mais próximos de quem amamos, estaremos mais próximos de Deus.

“Abandonem toda amargura, todo ódio e toda raiva. Nada de gritarias, insultos e maldades! Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês.” (Efésios 4: 31-32).

Quando você perdoa ou pede perdão, você se liberta e dá liberdade, o perdão é uma forma de amar e ser amado. Quando perdoar, esqueça tudo que ficou para trás, tudo tem que ser esquecido de verdade, a história que o separou de alguém já não deve mais ser lembrada, para que não venha a estragar novamente essa relação, o perdão tem que ser verdadeiro e por completo, o perdão tem que vir do coração.

“Quem perdoa uma ofensa mostra que tem amor, mas quem fica lembrando o assunto estraga a amizade.” (Provérbios 17:9).

“Lembrem das palavras do Senhor Jesus: É mais feliz quem dá do que quem recebe.” (Atos 20:35).

Diante da palavra de Deus e dos atos do Nosso Senhor Jesus Cristo, não existe motivos para continuarmos afastados de outras pessoas, seja qual for o motivo. Perdoar mostra que todos somos passíveis de erro e que podemos consertá-los, mostra a nossa humanidade e que somos seres imperfeitos; perdoar também mostra que temos amor pelo próximo, por nós mesmos e principalmente por Deus. A Palavra deve se tornar ação em nossas vidas, a Palavra torna a nossa vida melhor e de todas aquelas que vivem ao nosso redor. A Palavra é Amor, a Palavra é vida! Amém!

“Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz o que é errado, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.
O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará. Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos. Mas quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá.
Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança. O que agora vemos é como uma imagem imperfeita no espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus. Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor.” ( 1 Coríntios 13: 4-13).

Download da Semana (65) – Groundation – A Miracle

O download da semana é o mais novo trabalho da banda norte americana Groundation. Não costumo postar trabalhos muito recentes das bandas, mas esse caso em especial tive alguns motivos para postar, explico quais e por que. A primeira vez que ouvi um dos sons desse álbum logo senti a força dessa obra, emoções fortes e positivas que traduzem o que a banda quis passar nesse novo trabalho, o amor e a vida. Como muitos não tem acesso a comprar sons digitais e esse álbum de reggae e muitos outros não chegam em lojas físicas para o Brasil e alguns outros países, a não ser através de exportação com altíssimas taxas alfandegárias e impostos. Decidi então postar para que ele possa chegar ao maior número de pessoas possíveis, pois é um trabalho muito forte, brilhante e positivo. Outro motivo é a época do ano, uma das melhores e mais importantes, onde estamos com nossas famílias e amigos compartilhando um grande momento e celebrando o nascimento de Jesus Cristo, através da união, da paz e do amor. Mas aqueles que puderem adquirir, por favor, contribuam, pois além de valer muito a pena ter esse álbum, ajuda também a manter as bandas e o reggae que é tão barrado em algumas mídias.
Continuando, esse é o oitavo álbum de estúdio da banda, chamado “A Miracle” (Um Milagre). Dedicado à força da mulher e ao milagre da vida, conforme ilustrado na capa onde há uma mulher grávida, o álbum traz o peso da banda, com uma base de Dub, SKA e os improvisos marcantes que é uma característica do Groundation, que exploram um lado mais Roots e maduro, além das belíssimas participações de Marcia Griffiths e Judy Mowatt, que formavam as “I Threes”, vocais de apoio de Bob Marley.
O álbum possui dez canções fortes e hipnotizantes e que sem dúvida vai marcar. Baixem e apreciem essa obra prima do Groundation, o nosso presente de Natal para os apaixonados pela música reggae. E UM FELIZ NATAL!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Emancipe-se da Escravidão Mental

Pior do que se libertar do sistema, é se libertar de pessoas que já aderiram a ele. É importante trabalhar, crescer, conquistar, isso constrói a dignidade do ser humano e lhe dá o prazer da conquista com o próprio esforço. Isso também aumenta a estima e proporciona maior prazer em viver.

“É claro que alcançar um objetivo pode deixar você feliz, mas essa felicidade pode ser passageira. Uma felicidade que dura não é baseada somente no que você conquista ou adquire. Assim como a boa saúde, a verdadeira felicidade depende de uma serie de fatores.”

Mas algumas pessoas já viraram robôs e a única coisa que conseguem enxergar é o
trabalho, o dinheiro e os bens materiais; garanto que a vida não gira só em torno disso. O seu trabalho no escritório não pode te salvar, o seu dinheiro não pode te salvar, muito menos a quantidades de bens que possui. Tudo isso é necessário para vivermos hoje, é até “obrigatório”, pois vivemos em um mundo capitalista, onde tudo gira em torno de dinheiro e poder.
Se você parar para pensar, o sistema te aprisionou, criando necessidades para a sua vida e sobrevivência, você praticamente paga para viver (e nem sempre pode ter o melhor), está preso em rotinas estressantes, loucos para que mais uma semana passe rápido para que você possa aproveitar mais um fim de semana. Você diz que os dias estão passando rápido, e estão mesmo, os anos voam. A pressa é muita, as dividas e preocupações também, a rotina é desgastante, o tempo é pouco, e quando você perceber, só viveu para o trabalho, para o sistema, esquecendo o quão valioso era o seu tempo, a sua vida.

“- Prestem atenção! Tenham cuidado com todo tipo de avareza porque a verdadeira vida de uma pessoa não depende das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas.
Então Jesus contou a seguinte parábola: grande colheita. Então ele começou a pensar: ‘Eu não tenho lugar para guardar toda esta colheita. O que é que vou fazer? Ah! Já sei! – disse para si mesmo. – Vou derrubar os meus depósitos de cereais e construir outros maiores ainda. Neles guardarei todas as minhas colheitas junto com tudo o que tenho. Então direi a mim mesmo: ‘Homem feliz! Você tem tudo de bom que precisa para muitos anos. Agora descanse, coma, beba e alegre-se.’ Mas Deus lhe disse: ‘Seu tolo! Esta noite você vai morrer; aí quem ficará com tudo o que você guardou?’
“Jesus concluiu: - Isso é o que acontece com aqueles que juntam riquezas para si mesmos, mas para Deus não são ricos.” (LUCAS 12: 15-21)

O único meio de obtermos a salvação e uma vida verdadeiramente feliz, é nunca esquecermos o poder de Deus, sendo sempre gratos a ele, só por meio de Jesus Cristo somos salvos, mas muitos já se esqueceram disso. Principalmente os que são adeptos do sistema, e não enxergam nada além do dinheiro (acho que os que oram só pedem bens materiais e beneficio próprio). Que se esqueceram do próximo, que esqueceram o que Jesus Cristo fez por nós.
Trabalhe, conquiste. Mas seja sempre correto, seja grato e nunca se esqueça de dedicar um tempo ao Nosso Senhor, a família, ao próximo. Esse tempo é valioso, esse tempo é o que mais te dará prazer em viver, esse tempo é o que pode te salvar.

“Ame os outros como você ama a você mesmo.” (Tiago 2: 8)

“O meu mandamento é este: amem uns aos outros como eu amo vocês.” (João 15: 12)

Nós devemos lutar para sermos totalmente livres do sistema. Deus nos deu a liberdade, não nos obrigou a seguirmos Ele, Deus nos deu o livre arbítrio (mas quem conhece o seu poder não quer ficar longe Dele). O homem sim nos escravizou, com dinheiro, consumismo, ódio, ganância, guerras, poder. Os maiores males do mundo giram em torno do dinheiro, dizem que ele é solução, mas por ele homens matam, se dividem, destroem o meio ambiente, espelham terror, aprisionam e tornam o mundo um caos.
Nós que seguimos a música reggae, tentamos passar essa mensagem para o próximo, buscamos nos libertar da rotina, do sistema no nosso dia a dia. Não é fácil, mas se desistirmos, tornamos isso mais fácil para “eles”, que usufruem do que pagamos, do que trabalhamos, do que conquistamos. E se desistirmos perdemos almas, perdemos seguidores do bem, seguidores de Deus. Se desistirmos possibilitamos que o sistema aprisione outras mentes, outras pessoas. Não desistimos por que não queremos salvar só a nós mesmos, mas queremos a salvação para todos.
Saia da programação; tire um tempo para você, para sua família, para ajudar o próximo. Tire um tempo para ser livre, tire um tempo para viver, tire um tempo para Deus!
Pois foste morto na cruz e, por meio da tua morte, compraste para Deus pessoas de todas as tribos, línguas, nações e raças. Tu fizeste com que essas pessoas fossem um reino de sacerdotes que servem ao nosso Deus; e elas governarão o mundo inteiro. (Apocalipse 5: 9-10)

Download da Semana (64) – SOJA – Born in Babylon

O download da semana traz a banda norte americana SOJA (Soldiers of Jah Army), a banda de reggae mais popular da atualidade, e não à toa. Esse ano com o lançamento de “Amid The Noise and Haste”, eles entraram na disputa pelo premio de Melhor Álbum Reggae do Ano pelo Grammy Awards, a concorrência é forte, mas esse álbum tem uma qualidade incrível e pode trazer o primeiro Grammy para a banda, já que o álbum anterior “Strenght to Survive” chegou bem perto e também esteve entre os melhores de 2012. Enquanto aguardamos o resultado que só sai em fevereiro, apesar da propaganda, vou disponibilizar outro grande sucesso da banda, “Born in Babylon” (Nascido na Babilônia), que complemente o nosso tema da semana. Esse álbum foi lançado em 2009 e traz grandes sucessos como “I Dont Wanna Wait”, “You and Me”, “Losing My Mind”, “Waking Up”, a título “Born in Babylon” essa versão ainda traz a faixa bônus "Rest of My Life" grande sucesso da banda.

sábado, 6 de dezembro de 2014

A Inveja Não Vai Entrar no Céu

A inveja pode envenenar a capacidade de uma pessoa de apreciar as coisas boas da vida.
Pela inveja se corrompe, se mata. Um dos casos mais conhecidos desse mal é a história bíblica dos irmãos Caim e Abel, onde Caim por inveja (ciúmes) de Abel acabou armando contra o irmão e o matou. Diante disso podemos ver como a inveja é repudiável, maligna. Esse mal que atravessou os milhares de anos desde a história dos filhos de Adão, Caim e Abel, até hoje persiste na mente de muitas pessoas, que muitas vezes nem percebem que estão alimentando esse mal. Ainda mais nesse mundo em que a pessoa é o que tem, onde um quer ser ou ter mais que o outro, e o SER passa despercebido.

EVITE A INVEJA – Revista Despertai! – Novembro de 2014 (pág. 5-6)

A inveja é definida como “desgosto e ódio provocado pelo sucesso ou pelas posses de outra pessoa” e “desejo intenso de possuir os bens de alguém ou de usufruir sua felicidade”. Assim como um tumor maligno, a inveja pode crescer a ponto de dominar a vida de uma pessoa e de acabar com a felicidade dela. O que leva alguém a ter inveja? Como você pode saber se tem essa característica? O que fazer para combatê-la?
A Enciclopédia de Psicologia Social (em inglês) observa que as pessoas costumam invejar as que têm uma situação parecida com a delas, como as que têm a mesma idade, experiência de vida ou cultura. Um vendedor, por exemplo, talvez não sinta inveja de um ator de cinema famoso, mas sim de outro vendedor mai bem-sucedido que ele.
Para ilustrar: alguns oficiais da corte da antiga Pérsia tinham inveja, não do rei, mas de outro oficial da corte, o sábio Daniel. Esses homens estavam tão infelizes com a presença de Daniel que chegaram a tramar a morte dele. Mas essa trama falhou. (Daniel 6: 1-24) A enciclopédia já mencionada diz: “É importante reconhecer a natureza hostil da inveja, pois isso explica por que a inveja está relacionada a tantos casos históricos de agressão.

Um notável caso histórico envolveu Jesus Cristo. Marcos 15: 10 relata que, “por inveja”, os principais sacerdotes entregaram Jesus para ser executado.

Como você pode saber se tem inveja? Pergunte-se: “Quando um dos meus colegas é bem-sucedido em alguma coisa, fico feliz ou frustrado? Se meu irmão, um colega da escola talentoso ou um colega de trabalho não se sai bem em algo, lamento ou comemoro?”. Se você respondeu “fico frustrado” e “comemoro”, é bem provável que esteja alimentando a inveja. (Gênesis 26: 12-14) De acordo com a Enciclopédia de Psicologia Social, “a inveja pode envenenar a capacidade de uma pessoa apreciar as boas coisas da vida e apagar o sentimento de gratidão por tudo de bom que acontece... Atitudes assim dificilmente contribuem para a felicidade”.
Você pode combater a inveja por cultivar genuína humildade e modéstia. Isso vai ajudá-lo a apreciar e valorizar as habilidades e qualidades de outros. A Bíblia diz: ‘Não faça nada por briga ou por egotismo, mas, com humildade mental, considere os outros superiores’. – Filipenses 2: 3.

“Não fiquemos egotistas, atiçando competição entre uns e outros, invejando-nos uns aos outros.” – Gálatas 5:26.

Quantas vezes já presenciamos ou vivemos casos onde alguém conquista algo e outra pessoa diz “foi sorte”, “como será que ele conseguiu isso?”, inúmeras vezes. Deveríamos ficar felizes pelas conquistas do próximo, parabenizá-los, e não achar meios de diminuir a sua vitória ou ficar se perguntando por que ele conseguiu e nós não. Isso é típico de inveja, que alimenta coisas ruins e nos diminui. Casos de violência são piores ainda, onde por inveja de outra pessoa que tem popularidade ou conquistas maiores, a pessoa a insulta com palavras ou cria uma forma para poder agredi-la. A inveja tem inúmeras formas de se mostrar e todas elas são inaceitáveis, repudiáveis, só trazem ódio, tiram o prazer de viver, e pode sim matar.
Não só estudos, mas experiências de vida comprovam que dar-se bem e querer o bem dos outros, contribui para a satisfação pessoal, para o ambiente em que se vive, para a saúde física. “A pessoa precisa amar e ser amada para ser realmente feliz”. – “Se eu... não tiver amor, nada sou”, disse um escritor bíblico. – Coríntios 13:2.
Todos nós temos a capacidade de cultivar o bem e o amor. Ao primeiro sinal de inveja ou ódio, expulse esses males de sua vida, e logo viverá uma vida verdadeira.

“Revesti-vos de amor, pois é o perfeito vinculo de união.” – Colossenses 3:14.

Texto baseado no artigo EVITE A INVEJA, da revista DESPERTAI! Edição de novembro de 2014. Inspirado pela música “Inveja” da banda RAÍZES QUE TOCAM.

Download da Semana (63) – Raízes que Tocam – Raízes que Tocam (Promocional)

O download da semana é uma “martelada” na cabeça do sistema, onde a banda Raízes que Tocam traz um álbum promocional com seus maiores sucessos e mais quatro canções inéditas. Conhecida por seu reggae pesado, a banda traz em suas letras belíssimas mensagens inspiradas pela Bíblia além da forte crítica ao sistema que nos domina, a banda nos chama a liberdade através de mensagens altamente positivas e divinas. Essa banda é demais! Aqui você vai encontrar sons como: “Levanta-te”, “Sabedoria”, “Inveja”, “Reggae Martelada”, “Heróis da Bíblia”, “História de Jesus” e muito mais.